UFCG regulamenta atividades remotas e oferta de terceiro período suplementar para 2020

Medidas foram tomadas para minimizar os prejuízos causados pela suspensão de atividades presenciais devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

UFCG publica reslução que regulamenta atividades remotas e oferta terceiro período para 2020 — Foto: Marinilson Braga/UFCG/Arquivo

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) publicou na quarta-feira (15) a Resolução N° 6/2020, que regulamenta o Regime Acadêmico Extraordinário (RAE) e trata da oferta de atividades de ensino e aprendizagem remotas durante a execução do período suplementar, chamado de 2020.3, para este ano. As medidas foram tomadas para minimizar os prejuízos causados pela suspensão de atividades presenciais devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Conforme a resolução, estão autorizadas a oferta de disciplinas em ambiente virtual de aprendizagem; a orientação e defesa de trabalho de conclusão de curso; orientação de práticas e estágios, obedecendo às respectivas Diretrizes Curriculares Nacionais; realização de seminários, palestras, minicursos online, lives, webinários, workshops, oficinas, eventos técnicos, científicos e culturais; e oferta e participação em cursos abertos e/ou à distância.

As atividades acadêmicas planejadas para o período letivo 2020.1, que estão suspensas por conta da pandemia, serão mantidas no Sistema de Controle Acadêmico Online (SCAO) e devem ser retomadas quando houver possibilidade de volta das atividades presenciais. O RAE não será ofertado para os ingressantes no período 2020.2.

De acordo com a assessoria da UFCG, o calendário para efetivação da resolução está sendo elaborado e deve ser divulgado dentro dos próximos 30 dias. Também possivelmente será divulgada a orientação de matrícula dos alunos interessados, já que o período suplementar 2020.3 não é obrigatório. A previsão da instituição é que as atividades do RAE tenham duração de 3 meses e sejam finalizadas na primeira quinzena de dezembro.De acordo com a universidade, os alunos em vulnerabilidade socioeconômica que desejam cursar o semestre complementar e precisam de auxilio para realizar as atividades, devem aguardar um futuro posicionamento. A UFCG aguarda posicionamento do Ministério da Educação (MEC), que através da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), está viabilizando a licitação com as operadoras para oferta de melhor pacote de internet. As regras para concessão do auxílio seguirão as mesmas já adotadas nos programas de Assistência Estudantil.

Já a oferta de Educação Infantil, feita na UFCG pela Unidade Acadêmica de Educação Infantil (UAEI), com crianças da creche e pré-escola, não será realizada por meio virtual. Serão enviadas às famílias sugestões de propostas interacionais de caráter lúdico, recreativo e criativo, na perspectiva do desenvolvimento e fortalecimento das dimensões afetivas e socioemocionais das crianças, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. A avaliação e acompanhamento do desenvolvimento, bem como reposição das aulas, deverão ocorrer apenas quando as atividades presenciais forem retomadas, podendo adentrar o ano de 2021.

Segundo a instituição, a Unidade Acadêmica Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras (UAETSC), estão previstas oferta de disciplinas, realização de seminários, palestras, minicursos online, lives, webinários, workshops, oficinas, eventos técnicos, científicos e culturais e oferta e participação em cursos abertos e/ou científicos. Será mantido o vínculo online com envio de sugestões de propostas de estudos, material, leituras e pesquisas.

Por G1 PB