Uso excessivo de celular por estudantes está associado a mais parceiros sexuais, notas baixas e depressão, diz estudo