Qual é mais seguro: Telegram ou WhatsApp?

Enquanto WhatsApp privilegia a privacidade das mensagens, Telegram opera ‘na nuvem’.

O aplicativo Telegram, envolvido no vazamento das mensagens de procuradores da Lava Jato, é considerado por muitas pessoas uma alternativa mais segura ao seu principal concorrente. Não é possível saber, mas pode até ter sido esse pensamento que levou as autoridades a utilizarem o Telegram em detrimento do app mais popular do Brasil.

Telegram e WhatsApp têm funcionamento distinto e funções de segurança diferentes. — Foto: Altieres Rohr/G1Telegram e WhatsApp têm funcionamento distinto e funções de segurança diferentes. — Foto: Altieres Rohr/G1

Telegram e WhatsApp têm funcionamento distinto e funções de segurança diferentes. — Foto: Altieres Rohr/G1

Essa decisão, porém, não tem muitos fundamentos na realidade. Especialmente quando o assunto é a privacidade de mensagens trocadas em conversas antigas, o WhatsApp é, hoje, muito mais seguro do que o Telegram.

Dois ângulos e dois modelos

Quando se fala em segurança de um aplicativo, há dois ângulos principais para serem analisados. O primeiro ângulo é a arquitetura ou desenho do software, que é a maneira como ele foi projetado para funcionar. Esse modelo define as funcionalidades que o aplicativo terá e, com isso, as concessões em termos de segurança. Deixar o programa mais seguro pode impossibilitar certas funções e conveniências.

O WhatsApp e o Telegram empregam dois modelos completamente distintos. O WhatsApp armazena todas as mensagens trocadas apenas em um telefone e não permite que outros aparelhos sejam ativados com o mesmo número. Por esse motivo, todas as mensagens do WhatsApp podem ser cifradas com a chave de segurança exclusiva do celular.