Diego Souza, Airton, Cícero, Bruno Silva… Fluminense x Botafogo de domingo marcará reencontros

Clássico pela Taça Rio terá presença de jogadores que tiveram passagens marcantes pela equipe adversária. Relembre trajetória e confira números

Foto:Infoesporte

Fluminense e Botafogo duelam neste domingo, às 19h, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio. Primeiro clássico entre as equipes em 2019, a partida marcará o reencontro de diversos jogadores com seus ex-clubes.

No elenco tricolor há três ex-alvinegros: Airton, Bruno Silva e Gilberto. Enquanto que no Bota há três jogadores com passagens pelo rival: Diego Souza, Cícero e Cavalieri.

No Botafogo, principal contratação da temporada, Diego Souza pode fazer sua estreia justamente contra o clube que o formou. O meia-atacante teve seu nome publicado no BID nesta sexta-feira e deve começar jogando. Cícero disputa posição no meio de campo, enquanto Cavalieri é reserva de Gatito.

– Eu sou muito grato ao Fluminense, tudo que eu tenho hoje é por causa da oportunidade que eles me deram, mas eu quero ganhar no domingo, jogar bem, fazer gols e ajudar – declarou Diego Souza em entrevista para o Esporte Espetacular, que irá ao ar neste domingoConfira esta e outras respostas na reportagem de Richard Souza.90 e

No Flu, os três são titulares do técnico Fernando Diniz. Não está descartada, no entanto, a possibilidade de Airton e Gilberto serem poupados em razão da partida de volta da 1ª fase da Sul-Americana, contra o Antofagasta na próxima quinta-feira.

– Respeito o Botafogo, mas sou jogador do Fluminense e quero ganhar. Vamos em busca de um grande jogo e da vitória. Vontade não vai faltar – disse Bruno Silva.

Relembre a passagem de cada um pelo ex-clube

AIRTON

Airton teve uma longa passagem de três anos pelo Botafogo. Chegou em 2014 emprestado pelo Benfica e assinou em definitivo no ano seguinte. Pelo Alvinegro, conquistou a Série B de 2015 e a Taça Guanabara do mesmo ano. Em 2017, fraturou o tornozelo direito. Ao fim do ano, não renovou com o clube. Assinou com o Fluminense no ano passado, tendo sido reserva de Richard. Este ano é titular de Diniz.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – 6 jogos (4v/1e/1d), nenhum gol / 4 cartões amarelos e nenhum vermelho

Airton — Foto: Infoesporte

BRUNO SILVA

Bruno Silva chegou ao Botafogo em 2016 após Willian Arão se transferir para o Flamengo. Após um ano de contestações, encerrou a temporada garantindo o time alvinegro na Libertadores de 2017, com o gol da vitória sobre o Grêmio na rodada final do Brasileirão. Ganhou destaque no Bota em 2017, quando fez dupla com Airton, mas encerrou a temporada envolvido em polêmicas com torcedores. Em 2018, foi negociado com o Cruzeiro e, nesta temporada, acabou emprestado ao Fluminense pelo time mineiro, que recebeu o tricolor Jadson.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – 7 jogos (3v/1e/3d), nenhum gol / 5 cartões amarelos e nenhum vermelho

Bruno Silva  — Foto: Infoesporte

Bruno Silva — Foto: Infoesporte

Gilberto cresceu no Botafogo, onde chegou com 15 anos de idade. Aos 18 anos, em 2011, após se destacar na base, fez sua estreia pelo profissional. Mas foi em 2013 que o lateral passou a ganhar mais chances na equipe principal do Bota: sob o comando de Oswaldo de Oliveira, fez parte do elenco campeão carioca e terceiro colocado no Brasileirão.

Em 2014, Gilberto foi emprestado ao Internacional e retornou ao Glorioso em 2015: em julho, foi vendido à Fiorentina. Passou a ser emprestado pelo time italiano e chegou ao Fluminense no fim de 2017, onde se destacou na temporada seguinte e permaneceu emprestado para 2019. É titular de Diniz.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – 5 jogos (1v/2e/2d), nenhum gol / nenhum cartão amarelo ou vermelho
  • Jogos pelo Fluminense, contra o Botafogo – 3 jogos (1v/1e/1d), nenhum gol / nenhum cartão amarelo ou vermelho

Gilberto  — Foto: Infoesporte

Gilberto — Foto: Infoesporte

CAVALIERI

Diego Cavalieri é considerado ídolo pela torcida do Fluminense. O goleiro defendeu o Tricolor por seis anos, sendo um dos protagonistas na conquista do Campeonato Brasileiro de 2012. Faturou também o Carioca do mesmo ano e a Primeira Liga de 2016.

Deixou o clube forçadamente no fim de 2017 no polêmico episódio da lista de dispensas e teve dificuldades de se realocar no ano seguinte. Após passagem sem atuar pelo Crystal Palace da Inglaterra em 2018, voltou ao futebol brasileiro através do Botafogo.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – nenhum
  • Jogos pelo Fluminense, contra o Botafogo – 25 jogos (9v/6e/10d), 29 gols sofridos / 3 cartões amarelos e nenhum vermelho

Diego Cavalieri  — Foto: Infoesporte

Diego Cavalieri — Foto: Infoesporte

DIEGO SOUZA

Principal contratação do Botafogo para a temporada, Diego Souza começou a carreira no Fluminense em 2003. Atuando como volante, o jogador começou a se destacar em 2004 e, no ano seguinte, fez parte do elenco que foi campeão carioca e vice da Copa do Brasil. Em maio do mesmo ano, foi vendido ao Benfica.

Depois de passagens por Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG, Vasco, Cruzeiro e Sport, além de jogar na Arábia Saudita e na Ucrânia, voltou ao Flu no fim de 2015, quando assinou contrato de três anos. Porém, em 2017, voltou ao Sport. Antes de chegar ao Bota, teve boa atuação pelo São Paulo na temporada passada.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – nenhum
  • Jogos pelo Fluminense, contra o Botafogo – 6 jogos (1v/3e/2d), nenhum gol / 2 cartões amarelos e nenhum vermelho

Diego Souza — Foto: Infoesporte

Diego Souza — Foto: Infoesporte

CÍCERO

Cícero tem três passagens pelo Fluminense. A primeira, e mais marcante, ocorreu de 2007 a 2008. Chegou ao clube oriundo do Figueirense, menos badalado que o companheiro Soares. No entanto, se firmou e conquistou a Copa do Brasil no primeiro ano e foi peça importante no vice da Libertadores no segundo. Negociado com o futebol alemão, retornou ao Tricolor em 2014, teve breve passagem pelo futebol árabe no ano seguinte, e voltou ao Flu em 2016. Com a suspensão de Fred, foi o capitão da equipe no título da Primeira Liga.

  • Jogos pelo Botafogo, contra o Fluminense – nenhum
  • Jogos pelo Fluminense, contra o Botafogo –11 jogos (2v/1e/8d), nenhum gol / nenhum cartão amarelo e um vermelho

Cícero — Foto: Infoesporte

Cícero — Foto: Infoesporte