Análise: Vasco cria muito pouco, não se impõe, erra e sai atrás na final do Campeonato Carioca

Time tem rendimento abaixo do normal e é dominado pelo Flamengo, no Nilton Santos. Postura precisa ser muito diferente no próximo domingo para reverter a derrota por 2 a 0 e ser campeão

FOTO: Alexandre Durão

Para muitos torcedores o rendimento do Vasco no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, na tarde deste domingo, no Estádio Nilton Santos, deveria ser esquecido, apagado, mas nem tanto. Não porque é possível se tirar algo de positivo na derrota por 2 a 0 para o Flamengo, mas, com certeza, pode servir de exemplo para que o time não repita mais no ano a atitude que o fez sair com uma desvantagem considerável na briga pelo título.

Os números mostram como foi o jogo

Estatísticas Finalização no gol Finalização fora do gol Cruzamentos Escanteios
VASCO 1 5 9 3
FLAMENGO 5 12 30 9

Diferentemente da vitória por 1 a 0 diante do Avaí, na quarta-feira passada, em Florianópolis, pela Copa do Brasil, o Vasco entrou em campo com uma equipe mais lenta para a final contra o Flamengo. Talvez a experiência de Bruno César e Maxi López, por exemplo, possa ter sido levada em consideração pelo técnico Alberto Valentim para um jogo tão importante. Mas não deu certo, principalmente no primeiro tempo.

Alberto Valentim Vasco — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.comAlberto Valentim Vasco — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com

Alberto Valentim Vasco — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com